Gametizando - Fórum
Sejam bem vindos a GameTizando, onde debateremos tudo ligado sobre jogos, diversões, entre outros, registre-se no nosso fórum para mais informações.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

#1
 Gameking986

avatar
Membro




A aventura se inicia com Lara em uma expedição com a equipe do navio Endurance procurando pela ilha perdida de Yamatai. Se encontrando com seus 20 e poucos anos e recentemente fora dos estudos, ela se encontra em sua primeira expedição arqueológica.

Contrariando o desejo do diretor que grava a expedição para a TV, James Withman, Lara discute com ele e diz que o melhor ponto para desembarque não é o que todos pensam, e sim no “Triângulo do Dragão”. Uma estreita faixa de mar onde muitos barcos e navios naufragam.

O capitão, meio que um pai para Lara, Roth, segue seu conselho e ordena o desembarque no local sugerido por ela, mesmo contra os protestos de Withman e outros membros da equipe.

Lara estava certa, eles acham Yamatai, mas não antes de quebrarem o navio no meio e mal sobreviverem ao acidente. No entanto, a ilha não está vazia, pelo contrário, está lotada com membros de um culto, sobreviventes de décadas de náufrago na ilha.

Agora Lara Croft, que nunca enfrentou situações de vida ou morte, terá que ativar seus instintos para a sobrevivência e descobrir o porquê de o líder do culto ter tanta obsessão por Himiko, uma ancestral Japonesa que aparentemente controlava a ilha de Yamatai a muitos anos atrás.

Quando você realmente começa a explorar a ilha, o game se divide em alguns estilos bem diferentes, mas que de certa forma combinam entre si. Lara consegue explorar diversos ambientes, correr atrás de alimento com o seu arco ou mesmo procurar por itens e tumbas escondidas. Ao mesmo tempo, ela consegue silenciosamente evitar diversos encontros com inimigos, mata-los de forma silenciosa ou mesmo ataca-los como se não houvesse amanhã. A troca de ataques com a I.A é uma mistura entre Uncharted e ação da própria franquia Tomb Raider.

Todas essas partes citadas são trabalhadas juntamente de maneira excelente. Uma parte da história pode virar de exploração e passos silenciosos para destruição e correria em um piscar de olhos, e essa transição ocorre de forma esplêndida, surpreendendo o gamer de maneira positiva.

Combate

Falando um pouco sobre o combate no jogo, ele é muito bem balanceado nas suas 4 armas principais, que são elas a shotgun, arco, pistola e rifle automático, sendo que cada uma delas é melhor utilizada em partes específicas. Por exemplo, o arco é utilizado para as mais diversas situações, já a pistola (que pode ser adicionado um silenciador a ela) serve para situações com menos inimigos ou quando o interesse é mata-los de maneira silenciosa. O rifle é utilizado para ocasiões com mais inimigos e quando eles já sabem da sua existência, e a shotgun, é claro, foi feita para combates de perto onde a situação exige um abate rápido.

Tomb Raider é também o primeiro jogo (que eu vi ao menos) que o sistema de cover funciona naturalmente. Você não precisa pressionar um botão para Lara se esconder atrás de um objeto, então não há motivo para se preocupar em ir para uma parede errada ou colocar sua cabeça para fora da cobertura por apertar um botão errado, por exemplo.

Quando uma situação de perigo é presenciado por Lara, ela automaticamente anda mais alerta, mais abaixada, e se esconde atrás de um objeto se você chegar perto dele, e quando for atirar ela procurar a melhor posição para tal, seja indo para a esquerda, direita, ou se levantando. Esse foi um dos pontos em que gostei bastante dentro do game.

Upgrade de skills

Lara também encontra (ou faz) diversos acampamentos ao longo da jogatina, que servem como pontos de salvamento e upgrade de skills. Esses upgrades são à base de pontos, que você os consegue conforme vai ganhando XP. Existem 3 “sets” de skills onde esses pontos podem ser colocados (sobrevivente, caçador, assassino). Cada um deles (como o próprio nome diz) foca em uma área específica.

Jogo de mundo aberto?

Tomb Raider não é um game open world (mundo aberto). Ele tem sim alguns elementos desse quesito, pois as partes do jogo em que você se encontra podem ser exploradas a fim de achar tumbas, itens, etc. Mas sempre tem uma história linear em um caminho bem a frente de você.

Isso certamente é um probleminha para os players que gostam de realmente explorar o mapa, pois o próximo objetivo é claramente mostrado na tela, e normalmente ele é de vida ou morte, o que nos deixa curiosos de descobrir o que vem depois, deixando a pouca exploração muitas vezes de lado.

Mas é claro, que aqueles que se incomodam em explorar tumbas ou procurar itens, podem sem problema avançar de forma linear pela história e não devem ter problemas em finaliza-lo. Mas tem seus pontos positivos em fazer essa exploração. Lara pode customizar todas as suas armas conforme vai achando as peças adequadas para cada uma, e ganha também novas habilidades por matar os inimigos ou solucionando alguns puzzles, que estão principalmente presentes nas tumbas.


Ver perfil do usuário

#2
 Dener

avatar
Membro

Tópico movido, preste mais atenção nas categorias, para manter o fórum organizado.

Ver perfil do usuário http://gametizando.forumeiros.com

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum